Dogecoin Brasil

Blog sobre Dogecoin, Bitcoin e outras Altcoins

Como exportar as chaves privadas da carteira Multidoge

Isso é algo muito útil quando desejamos utilizar um outro software de carteira Dogecoin porém sem ter que realizar uma transferência.
Podemos também realizar a combinação de várias carteiras Multidoge em uma única, porque os Dogecoins estão atrelados ao par de chaves pública e privada que temos na carteira.
É também uma maneira de saber a(s) chave(s) privada(s) da nossa carteira Multidoge.

ATENÇÃO! Esse procedimento irá expor as suas chaves privadas, recomendo que isso seja feito por usuários avançados!
Use também um computador que esteja livre de malwares!
Certifique-se que ninguém possa copiar as suas chaves privadas!

Apenas relembrando o conceito de Blockchain, quem possui as chaves privadas pode transferir o valor que estiver alocado nelas para qualquer outro endereço, por isso sua segurança é vital!

Depois dos alertas, vamos ao que interessa, abra a sua carteira Multidoge e vá em Ferramentas > Exportar Chaves Privadas

Nessa tela você confirma a carteira de origem onde estão as chaves que você quer exportar, depois insira a senha da carteira se ela estiver protegida, em seguida confirme para onde o arquivo com a exportação das chaves privadas devem ser criadas, depois você terá as opções de exportar com ou sem senha, que deve ser escolhida conforme abaixo:
Sem senha: as chaves podem ser utilizadas em qualquer outro software de carteira Dogecoin
Com senha: somente suportado para importar as chaves em uma outra carteira Multidoge.

Caso você tenha exportado com senha e precise retirar a mesma, utilize os comandos abaixo:

Para descriptografar um arquivo de chaves privadas exportadas, use:
openssl enc -d -p -aes-256-cbc -a -in -out -pass pass:<password>

Para criptografar um arquivo de chaves privadas exportadas, use:
openssl enc -p -aes-256-cbc -a -in <plaintext file> -out <ciphertext file> -pass pass:<password>

Fonte dos comandos: https://github.com/langerhans/multidoge/wiki/Export-and-limited-import-of-private-keys


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *